Dica 23/28 – Aprimore sua Inteligência Espiritual

Posted on by 0 comment image

 23.02.15 – Dica 23/28 – Aprimore sua Inteligência Espiritual

QS o ponto de Deus_coachingmais50.com.brO início do século XX lançou a ideia do Quociente de Inteligência (QI). Quanto maior o QI do indivíduo, dizia a teoria, maior sua inteligência. Em meados dos anos 90, Daniel Goleman demonstrou que a Inteligência Emocional (QE) reveste-se de igual importância. E fechando o milênio, a ciência aponta para um Terceiro Quociente, o Espiritual.

Em seu livro QS – Inteligência Espiritual, a física e filósofa americana Dra. Dana Zohar e o Dr.Ian Marshal apresentam o Quociente Espiritual(QS) e mostram que, com este novo conceito, a descrição total da inteligência humana pode ser finalmente completada. O QS é a fundação necessária para o funcionamento eficiente do QI e do QE. É a nossa inteligência final. É com ela que abordamos e solucionamos problemas de sentido e valor; que podemos pôr nossos atos e nossa vida em um contexto mais amplo e com a qual avaliamos se uma ação faz mais sentido do que outra. É esse poder transformador que diferencia o QS do QE, por exemplo.

O QS está ligado à necessidade humana de ter propósito na vida, é ele que usamos para desenvolver valores éticos e crenças que vão nortear nossas ações. Os cientistas descobriram que temos um “Ponto de Deus” no cérebro, uma área nos lobos temporais que nos faz buscar um significado e valores para nossas vidas. É uma área ligada à experiência espiritual.

QI, QE e QS – Dra. Dana explica que tudo que influencia a inteligência passa pelo cérebro e seus prolongamentos neurais. Um tipo de organização neural permite ao homem realizar um pensamento racional, lógico, dá a ele seu QI, ou inteligência intelectual. Outro tipo permite realizar o pensamento associativo, afetado por hábitos, reconhecedor de padrões, emotivo. É o responsável pelo QE, ou inteligência emocional. Um terceiro tipo permite o pensamento criativo, capaz de insights, formulador e revogador de regras. É o pensamento com que se formulam e se transformam os tipos anteriores de pensamento. Esse tipo lhe dá o QS, ou inteligência espiritual. O QI fica localizado no lado esquerdo do cérebro, o QE fica localizado no lado direito no cérebro, enquanto o QS abrange o cérebro inteiro.

É preciso distinguir o QS de religião, pois mesmo pessoas que não são cristãos ou católicos acreditam no Ponto de Deus.  A  distinção é que Religião que é aquilo que a pessoa vive em sua vida e a Espiritualidade é um passo além da religiosidade.

Podemos citar vários exemplos do que a carência de inteligência espiritual e auto sabotagens decorrentes das fraturas emocionais e espirituais podem ocasionar na vida das pessoas: o francês Zinedine Zidani e sua cabeçada jogador italiano Materazzi nas finais da Copa de 2006, Bill Clinton e seu suicídio político ao trair a esposa e mentir para toda à nação americana.  Ainda, sem citar nomes, conhecemos vários empresários e banqueiros brasileiros, que atingiram sucesso financeiro e profissional mas não tem brilho no olhar, não demonstram alegria de viver, talvez tenham a inteligência intelectual muito desenvolvida mas precisam desenvolver mais a inteligência espiritual que é aquela responsável pelo significado da vida, pela felicidade, é a cereja do bolo.

No livro, a Dra. Zohar e Dr.  Marshal narram a origem e o funcionamento do terceiro quociente. Uma inteligência fundamental que, quando bem desenvolvida, garante ao indivíduo a capacidade de ser flexível, um grau elevado de auto percepção e a capacidade de enfrentar e usar o sofrimento e transcender a dor. Ainda: executar conexões entre coisas diversas e procurar as respostas que se escondem por trás dos porquês. A obra traz um guia para o leitor avaliar o seu QS e ensina o que se deve fazer para aprimorá-lo.

O líder espiritualmente inteligente é um líder inspirado pelo desejo de servir, uma pessoa responsável por trazer visão e valores mais altos aos demais e por lhes mostrar como usá-los. Está preocupado com o meio ambiente e a comunidade, é espontâneo, tem visão e valores, tem perspectivas amplas. É uma pessoa que inspira as outras. Ex: Dalai Lama, Nelson Mandela, Mahatma Gandhi.

Palavras Chaves da Inteligência Espiritual: Perdão, Gratidão, Humildade, Compaixão e Entender as outras pessoas. Assim, podemos desenvolver a inteligência espiritual tomando consciência das dez qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes e trabalhando para desenvolvê-las. Procurando mais o porquê e as conexões entre as coisas, trazendo para a superfície as suposições que fazemos sobre o sentido delas, tornando-nos mais reflexivos, assumindo responsabilidades, sendo honestos conosco mesmos e mais corajosos.

Tornado-nos conscientes de onde estamos, quais são nossas motivações mais profundas. Identificando e eliminando obstáculos. Examinando as numerosas possibilidades, comprometendo-nos com um caminho e permanecendo conscientes de que são muitos os caminhos. Dana Zohar identificou 10 qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes. Segundo ela, essas pessoas:

  1. Praticam e estimulam o autoconhecimento profundo.
  2. São conduzidas por valores humanos. São idealistas e creem na vida.
  3. Têm capacidade de encarar desafios e utilizar a adversidade a seu favor.
  4. São holísticas – têm a visão do todo integrado e a percepção da unidade.
  5. Celebram a diversidade como fonte de beleza e aprendizado.
  6. Têm independência de pensamento e comportamento.
  7. Perguntam sempre “por quê?” e “para que”. São agentes de transformações.
  8. Têm capacidade de colocar as coisas e os temas num contexto mais amplo.
  9. Têm espontaneidade de gestos e atitudes, e são equilibradas emocionalmente.
  10. São sensíveis, fraternas e compassivas

 

São 4 competências da inteligência espiritual: autoconhecimento, consciência universal, autodomínio e presença social e espiritual.

Ainda segundo Dana Zohar, os 12 princípios da Inteligência Espiritual são:

  1. Tenha pensamentos positivos, sempre.
  2. Descubra quem você é. O que me faz levantar de manhã? Para que eu vivo, por o que daria minha vida? O que me motiva para fazer coisas todos os dias? Quem eu sou realmente?
  3. Tenha humildade.
  4. Viva a compaixão.
  5. Reveja seus valores. Precisamos pensar menos em “eu, mim” e mais em “nós, nossos”. E precisamos rever nossos valores para servir uns aos outros.
  6. Viva o presente. Tire o peso do passado e das preocupações – e viva o agora!
  7. Estamos conectados, e o jeito que vivo minha vida afeta a vida do outro.
  8. Responda a uma questão fundamental: sempre perguntar por quê! Nós nos fechamos a verdade se não questionamos.
  9. Mude a sua mente, seus paradigmas, e coloque seus pontos-de-vista sob uma nova perspectiva.
  10. Valorize seus princípios, mesmo que sejam impopulares.
  11. Celebre a diversidade.
  12. Descubra a sua vocação, o seu propósito de vida e em como você pode fazer a a diferença.

Sem a Inteligência Espiritual não somos completos. Ela é o início e o fim de tudo, pois tem a capacidade de potencializar as outras inteligências (intelectual e emocional). A inteligência espiritual abre a percepção da pessoa para o sagrado, possibilitando enxergar soluções e oportunidades onde antes aparentava só haver problemas.

Quando conhecemos nossa missão, o porquê e para que nascemos, qual a razão de nossa vida, tudo fica mais fácil, mais fácil não se prender ao material, não se deslumbrar com o poder e status, não ser ganancioso ou orgulhoso, não enxergar só o próprio umbigo e viver em função da própria felicidade. Não há como sermos felizes sozinhos por mais dinheiro ou poder que tenhamos.

A grande sacada é entender que mesmo no empreendedorismo, 20% é intelectualidade (ideias racionais) e 80% corresponde a inteligência emocional e espiritual, que estas são o caminho onde o Ponto de Deus se desenvolve em nós. Este é o diferencial, agregar sentido de vida e felicidade naquilo que estão fazendo pois as pessoas com QS elevado não trabalham unicamente por dinheiro, querem sempre fazer mais do que se espera delas, algo para além da empresa.

As empresas serão bem melhores se buscarem desenvolver espiritualmente os seus funcionários, porque se eles estiverem mais motivados, mais criativos e menos estressados, produzirão mais e melhor.

Os verdadeiros líderes desenvolvidos espiritualmente, diferentes dos chefes autoritários visam somente o lucro, preocupam-se em proteger o meio ambiente, propagar educação e saúde na sua comunidade. Querem transmitir sua Visão de mundo e a Missão da empresa para seus funcionários e clientes e importam-se com a felicidade de todos.

A gratidão abre o portal para a inteligência espiritual. Analise verdadeiramente como está sua Inteligência Espiritual e a aprimore para enxergar o que não via antes, mudando sua percepção com um sentido da vida mais amplo e conquistando a felicidade.

Importante ressaltar que todo o conteúdo dessa Dica foi aprendido na aula de Inteligência Espiritual, ministrada pelo Dr. Anthony Portigliatti, no curso de Mestrado, da Florida Christian University – FCU, a quem serei eternamente grata pelos ensinamentos. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.