5 Exercícios para o cérebro sugeridos por um mestre em memória

Posted on by 0 comment image

5 Exercícios para o cérebro sugeridos por um mestre em memória

UM EMPREENDEDOR QUE MEMORIZA A ORDEM DAS CARTAS DE UM BARALHO EM MENOS DE UM MINUTO COMPARTILHA DICAS PARA AGUÇAR SUA MEMÓRIA

Cérebro (Foto: Reprodução)

 

Ed Cooke, CEO e cofundador do Memrise, tem uma bagagem inusitada para um empresário. Esqueça as escolas de negócios ou anos de atuação como consultor. Cooke dedicou a maior parte de seus 20 anos competindo em campeonatos de memória. Mais que isso: ganhando competições por realizar façanhas como memorizar a ordem das cartas de 16 baralhos em menos de uma hora.

A experiência pode ser boa para a maioria dos líderes de negócios, mas foi realmente a preparação perfeita para o papel que hoje Cooke desempenha. Seu site, Memrise, é uma ferramenta para ajudar pessoas a aprender qualquer coisa – de fatos científicos a uma língua estrangeira – rapidamente, usando associações divertidas para assimilar novas palavras ou ter boas ideias.

A base da empresa é o conhecimento científico – o cofundador é o neurocientista Greg Detre – e baseia-se na mais recente pesquisa sobre aprendizado e memória assim como na expertise incomum de Cooke. A companhia está desenvolvendo um teste para descobrir quais técnicas de memorização funcionam melhor para todos.

A seguir, algumas dicas de Cooke para quem quer aperfeiçoar a própria memória, originalmente publicadas na revista Inc.

1. A chave é o lugar

Você está na cozinha e pensa: “Eu tenho que pegar minha capa de chuva no quarto”. Então, sobe as escadas em direção ao quarto. Quando chega lá, não lembra o que foi fazer. Resignado, desce as escadas. Ao fazê-lo, imediatamente lembra-se da capa de chuva. Sobe a escada outra vez, e, de novo, de um minuto para o outro, não faz a menor ideia do que está procurando. Quantas vezes você já se viu em uma situação similar a essa?

A sugestão de um campeão de memória para casos como o descrito acima é: quando pensar em pegar algo em algum lugar, imagine também o lugar. Visualize a cena completa. Assim, o novo contexto conterá a memória do que você estava procurando.

2. Treine seu cérebro

Para manter a memória afiada, as exigências são praticamente as mesmas indicadas para manter uma mente afiada: muito estímulo, manter-se intelectualmente ativo, aprender conceitos novos. Vale fazer isso enquanto preenche a palavra cruzada do jornal, enquanto conversa sobre assuntos densos, aprende um idioma ou simplesmente faz uma tarefa manual interessante. Manter-se ativo é o cerne da saúde mental e da manutenção da memória em seu apogeu, mesmo com o passar dos anos.

3. Participe de jogos mentais

Cada memória é de um tipo diferente, então não há um teste geral para avaliar sua capacidade. Mas há vários jogos científicos dos quais você pode participar. Por exemplo: peça para alguém escrever uma lista de 20 palavras, leia-as por um minuto e, em seguida, tente reproduzir as palavras na mesma ordem em que foram escritas. Acertar 14 é considerado um bom resultado.

Peça para alguém fazer outra lista com 20 números. Faça o mesmo com a imagem de dez flores e seus respectivos nomes. Ou rostos e nomes. Cada exercício irá testar um tipo de memória por vez. Quanto mais você pratica qualquer tarefa, melhor tende a desempenhá-la. 

4. Repita, repita e repita

Se você precisar lembrar algo, repita-o, teste-se em relação à sua lembrança e reveja o conteúdo regularmente. Um excelente hábito é, no fim do dia, lembrar do que fez ao longo das 24 horas. A simples repetição mental das ações será suficiente para sua memória não ficar cheia de lacunas e para que você possa impulsionar sua clareza mental, em geral.

5. Conte uma história

Nós somos criaturas de narrativas, e nossa memória fica especialmente satisfeita com qualquer discurso que tenha o formato de uma história. Transforme lista de compras, intenções e cada fato em narrativas grandes ou pequenas, de acordo com o assunto. Você se lembrará de todas as partes em que prestar a atenção. Como prestar a atenção? A resposta é: sempre encontre o que considera interessante naquilo que gostaria de lembrar. Se for uma história, as experiências ganham significado e se tornam divertidas. Se for uma conversa, trabalhe sobre o que pode ser interessante em seus altos e baixos.

Boa prática.

Fonte: http://epocanegocios.globo.com/Inspiracao/Carreira/noticia/2015/10/5-exercicios-para-o-cerebro-sugeridos-por-um-mestre-em-memoria.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.