Reprodução/Facebook/Anderson Community Schools

Em 1933, no auge da Grande Depressão nos EUA, o pai de Lora Lois LeMond White Hardy ficou doente e ela foi forçada a abandonar a escola para trabalhar e ajudar sua família.

Seu grande arrependimento na vida era não ter conseguido completar o ensino médio e receber o diploma, já que faltavam apenas quatro créditos.

Às vésperas de completar 100 anos, no próximo dia 28, ela foi presenteada com um buquê de flores e o tão esperado certificado honorário das mãos de Terry Thompson, diretor da Escola Comunitária Anderson, no Estado de Indiana.

“Eu sabia, mas eu não tinha ideia de que seria tudo isso”, disse ao “Herald Bulletin” sobre a cerimônia, para a qual vestiu beca e capelo vermelhos. Lora, que hoje mora na Flórida, trabalhou na linha de montagem da General Motors por 40 anos e aposentou-se em 1976.

FONTE:https://catracalivre.com.br/geral/geracao-e/indicacao/americana-recebe-diploma-do-ensino-medio-82-anos-apos-deixar-escola/